Flashes luminosos podem ser indício de tração da retina pelo vítreo. A retina é uma membrana muito fina, flexível e delicada que reveste a superfície interna da parte posterior do globo ocular. Nela existem receptores sensíveis a luz (fotorreceptores) que convertem a imagem luminosa advinda do exterior em impulsos elétricos que, através do nervo óptico, são enviados para área do cérebro onde se processa a visão.

A retina não possui nenhum elemento de fixação especial que a prenda ao globo ocular.  É o vítreo, uma substância gelatinosa e transparente, situada entre ela e o cristalino, que a mantém na posição anatomicamente adequada, ou seja, em contato com outras estruturas que lhe garantem suporte e nutrição (vasos sanguíneos e nutrientes).
Com o envelhecimento e a liquefação do vítreo pode ocorrer o descolamento de vítreo posterior gerando a sensação de moscas volantes (pontos flutuantes no campo visual) e flashes luminosos, podendo estar associados a rupturas retinianas que podem levar ao descolamento de retina, uma doença muito grave e incapacitante. Devido a isto após o aparecimento destes sintomas um mapeamento de retina por um médico oftalmologista é recomendado.

Texto: Dr. Rafael Yamamoto – Visão Institutos Oftalmológicos

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>